5 de ago de 2014

3

CBF Experience: um museu na ponta de seus dedos!


Toda a história da seleção brasileira na ponta de seus dedos. Assim é o CBF Experience, museu recém inaugurado na também nova sede da CBF, na Barra da Tijuca, Rio de Janeiro.

E para mostrar que não tem 7x1 que nos desanime ou nos faça amar menos nossa seleção, no dia da abertura ao público, fomos os primeiros visitantes a conhecer o que tem tudo para se tornar mais um ponto turístico da cidade maravilhosa. 

Meu filhote ainda deu sorte e conseguiu tirar uma foto com nosso novo coordenador técnico, que estava chegando para trabalhar. Queria fazer uma postagem repleta de fotos, mas isso não foi possível, pois dentro do museu não é permitido tirar fotos ou filmar (agora isso já é posssível).


Localizado no térreo da sede da CBF, com uma área de 1000 m², o museu conta a história dos cem anos de seleção de uma forma totalmente tecnológica e interativa. 



O museu é dividido em cinco áreas:


1- Origens;
2- Uma lenda centenária;
3- Uma galáxia de troféus; 
4- Reis do mundo;
5- Nós somos canarinhos.

Na área do mapa marcada pelo número 0, você encontra duas  grandes telas, em que  pode-se ver: na parte de cima, os principais acontecimentos que ocorreram no Brasil e no mundo desde 1914; e na parte de baixo,  a história da CBF.

Depois entramos em um belo auditório para assistir a um maravilhoso vídeo com  emocionantes momentos da seleção.

Na área 1, intitulada como "Origens", assistimos a um vídeo que é projetado em telas com formato de camisas de futebol, mostrando nossa torcida empolgadíssima nos jogos e na comemoração, depois deles.


Em seguida, assistimos a um audiovisual com os primórdios da seleção e da CBF, desde sua fundação até o primeiro campeonato ganho, em 1958.

Podemos ver algumas imagens do primeiro jogo da seleção brasileira, em 1914, contra a equipe inglesa Exeter City, nas Laranjeiras, em que o Brasil vence por 2x0.

Nessa área também podemos ver a nossa primeira taça como seleção, disputando a Copa Roca, em 1914, e na qual vencemos nada mais nada menos que a Argentina (uhu!).

Outro destaque dessa parte do museu é a mostra da evolução do uniforme da seleção. Uma curiosidade: sabia que já jogamos com um uniforme vermelho? A cor foi utilizada nos jogos contra o Uruguai e Chile no campeonato Sul Americano de 1917. As três seleções usavam branco, houve um sorteio e coube ao Brasil trocar a cor da camiseta.


Já na área "Uma lenda centenária" podemos ouvir narrações de emocionantes momentos da seleção, como a belíssima defesa de Taffarel contra Massaro, na final da copa de 94, em Los Angeles. É de arrepiar!

Para completar essa área, uma imensa mesa touch screen, em que podemos acessar todos os jogos, os gols
mais importantes e as vitórias da seleção.

Para reservar seu hotel no Rio de Janeiro, acesse o banner do Booking abaixo. Recebemos uma pequena comissão pelas reservas feitas através do blog, e o preço não altera em nada para você.

                     


"Uma galáxia de troféus" nos mostra o quanto somos vitoriosos. São mais de duzentos, cada um mais lindo que o outro. Para ajudar na identificação dos troféus, um adesivo colado no vidro mostra a imagem do troféu exposto, o país  e o torneio vencido. Na parte de cima desta sala passam os lances mais incríveis de grandes nomes da seleção.

Uma tela holopro instalada na mesma sala nos mostra os mesmos troféus, só que digitalmente. Apenas com o movimento das mãos é possível  ver os mesmos, além de fotos, ano e número de gols do torneio.

Na área "Reis do mundo", em uma sala 360º, passam imagens  das finais das copas em que fomos vencedores, de 1958 até 2002. Nesta sala também podemos ver de pertinho as réplicas oficiais das nossas cinco taças, ganhas nos mundiais de 1958, 1962, 1970, 1994 e 2002. Foi a parte da qual mais gostamos,  não tem como não se emocionar, muito bom ver sua seleção campeã!

Você vai sair daqui se sentindo mais canarinha que nunca, pode apostar!



Depois de tanta emoção, seguimos para um corredor em que estão expostas 27 bolas de rua do Brasil inteiro, cada uma delas está caracterizada artisticamente, representando cada estado do Brasil, além das camisas de todos os jogadores dos cinco mundiais que vencemos.

Na última parte do museu, "Nós somos canarinhos", diversas atividades interativas podem ser feitas pelos visitantes. Para começar, um imenso globo terrestre touch screen, que mostra todos os lugares  em que o Brasil já jogou e os os gols que fez.

São mais de 900 jogos já disputados pela seleção.

Depois podemos participar de um jogo de perguntas para saber a quantas anda o seu conhecimento sobre a seleção canarinha, podendo escolher o nível de dificuldade das mesmas.

Se preferir, outros jogos estão disponíveis, como quebra-cabeça ou jogo da memória.

O ponto alto da visita é o CBF immersive, em que colocamos um óculos 3D e podemos visitar os jogadores no vestiário, assistir a um treino da seleção, vê-los em campo.  O jogo que assistimos com os óculos é um amistoso  entre Brasil e África do Sul, jogo realizado em homenagem a Nelson Mandela, e que o Brasil vence de 5 x 0.

Já finalizando o passeio, pode-se tirar uma foto montagem e levar de recordação para casa. As cenas podem ser escolhidas pelos visitantes e são, claro, fotos em que o visitante se insere entre os jogadores, segura a taça nas mãos ou se coloca despretenciosamente ao lado de seu ídolo.

As fotos são tiradas e impressas na hora. Custa R$25,00  cada foto.


Se você não quiser gastar essa grana toda, não se preocupe, já na saída do museu você tira uma foto de graça que vai para um grande painel com fotos de todas as pessoas que já passaram por ali.

Se, em outra visita, você quiser rever sua foto, basta trazer seu antigo ingresso e passar em um leitor abaixo do painel, sua foto  estará lá para  mostrar o quanto você ama sua seleção.

Na saída do museu, uma loja da CBF vende produtos bem bacanas e exclusivos da seleção, mas prepare seu bolso!

Se a fome  ou a sede apertar, um café na saída do museu resolve seu problema; neste local também há ótimos banheiros.

Enfim, gostamos muito do museu, tudo moderníssimo. Para os amantes do futebol é programa imperdível! O visitante participa de muitas atividades; para as crianças e jovens acostumados a tudo na ponta dos dedos, o museu caiu como uma luva e com certeza  este será seu grande público.

*Dica: leve um casaquinho, o ar lá dentro é bem forte.  


Serviço:
Endereço: Avenida Luis Carlos Prestes, 130. Barra da Tijuca - Rio de Janeiro.
Tel: 21 3572-1963
Site: Museu CBF Experience.
Email: museucbf@cbf.com.br
Horários: aberto todos os dias, das 10 às 18 horas. Só fecha nos dias 25 de dezembro e 1º de janeiro.
Ingressos: pelo menos por enquanto, só pode ser comprado no próprio museu.
Geral: R$22,00;
Meia-entrada: R$11,00 - Estudantes e idosos;
Gratuidade: para menores de 7 anos, professores da rede pública e pessoas com necessidades especiais -com direito a um acompanhante;
Grupos: 20 a 30 pessoas - R$10,00 por pessoa;
Escolas: R$3,00 por pessoa (entrada gratuita para o professor) * Com as devidas credenciais.

Veja o mapa de acesso ao local no google maps: Mapa Museu da CBF.

Transporte -  linhas de ônibus com pontos mais próximos são os de números:     169,181,301,303,305,308,309,314,315,316,318,332,345,360,361,382,415T,465,690,692, 693,700,701,753,765,806,832,844,886,887,889,2018,2329,2918.

Texto: Patricia Tayão.
Fotos: Patricia Tayão e algumas fotos foram feitas à partir de material entregue pelo museu, outras foram retiradas do site do museu.

3 comentários:

  1. Moro ali pertinho, sempre passo em frente e só esse mês que fiquei sabendo que tinha um museu ali!!
    Agora só me resta um tempinho para ir lá conferir :)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Isabela, o museu é muito bacana, vale muito a pena a visita!

      Excluir
  2. Muito bom, vale apena ir. Ver os bons momentos da nossa Seleção. Pois hoje tá difícil rs

    ResponderExcluir