5 de jan de 2015

2

Como é a trilha da Pedra Bonita, no Parque nacional da Tijuca - RJ.

                                        
Uma das vistas mais bonitas da cidade maravilhosa. É isso que você irá encontrar ao  alcançar o topo da trilha da Pedra Bonita. 

O acesso  se dá pela Estrada das Canoas, em São Conrado. A entrada para a trilha é em um ponto um pouco abaixo do estacionamento de visitantes da rampa de voo livre da Pedra Bonita, que também oferece uma linda vista da cidade, só que sem a necessidade de fazer trilha. O acesso à rampa de voo livre é bem mais simples, basta deixar o carro no estacionamento e subir 150 metros ladeira acima. 

Se estiver com alguém com alguma dificuldade de locomoção, suba um pouco mais, para o estacionamento dos instrutores de asa delta, que fica bem na boca da rampa, para facilitar o deslocamento deles com seus grandes equipamentos. Depois que desembarcar a pessoa com dificuldade de locomoção, descer ao estacionamento de visitantes e parar seu carro normalmente.

A trilha é considerada de nível médio, possui 1257 metros, é bem íngreme  e feita em mais ou menos quarenta minutos, dependendo do seu preparo físico, e chegando lá em cima você estará a 696 metros de altura de pura beleza.

Lá de cima, uma incrível sensação de liberdade toma conta de você. Nessa hora, tomei uma decisão para 2015: vou tomar coragem e experimentar um voo de parapente ou de asa delta nessa mesma rampa.

Toda vez que faço um passeio desse no Rio, sinto como nós cariocas somos privilegiados por viver em uma cidade tão rica em cenários naturais, tudo esculpido pela mãe natureza. 

Particularmente, não achei a trilha fácil, tem uma subidas bem puxadas e requer bastante esforço e preparo, principalmente em dias de muito calor. Estava terrível de quente no dia que subi. Mas as vistas compensam, e qualquer sacrifício é esquecido quando se chaga lá em cima

*Não esquecer de levar água de casa ou do hotel. Em dias muito cheios, como foi o dia em que estive por lá, na lanchonete localizada na rampa de voo livre não havia nada líquido para vender, então, não conte com isso e leve sua própria bebida. Lá em cima, no cume da Pedra, não há nada para vender.

Outra coisa importante: trilha não indicada para crianças pequenas, somente as maiores, com mais de 9 anos, que estejam acostumadas a fazer trilha, e que além de tudo, sejam obedientes. 

Lá em cima, uma laje de pedra a 696 metros de altura, sem  absolutamente nenhum parapeito, não oferece uma segunda chance.

Voo duplo de parapente com uma vista dessas, quero criar coragem!


Aos finais de semana, as filas de carro são grandes, pois o estacionamento de visitantes é bem pequeno, o ideal é ir bem cedo, principalmente nos dias mais quentes.

De ônibus, pegue o 448, com embarque na Estrada da Gávea, próximo da Paróquia São Conrado. De táxi, não esqueça de combinar com o motorista sua volta, pois não existe ponto de táxi na região. 

Fila para saltar de asa delta...Só na cidade maravilhosa você vê isso!


Galera se preparando para um dos voos mais lindos do mundo!


Embaixo da rampa de voo livre, uma arquibancada oferece aos menos corajosos a chance de assistir aos felizardos voarem... 


Lanchonete bem precária na rampa da Pedra Bonita: líquido, por exemplo, não tinha nenhum...


Não me conformo com isso, a pessoa bebe a água ou o refrigerante, e joga o frasco no chão, como assim? Se o cesto de lixo está cheio, coloque o vasilhame na sua bolsa ou segure-o até a lixeira vazia mais próxima...#ficadica


Início da trilha da Pedra Bonita...


Trilha bem fechada na maior parte do tempo, o que é ótimo para dias de muito sol.


A trilha não oferece riscos de queda, pois é relativamente larga, com os barrancos bem distantes.


Algumas árvores caídas forçam os visitantes a abaixarem-se. Notem o resquício de calçamento em pé-de-moleque, feito por escravos, ainda na época do império.


Em alguns momentos a trilha fica bem fechada, com muito mato.


Euzinha no final da trilha, quase morta...


A vista lá de cima é divina, vale cada pernada, explore toda a laje de pedra, para onde quer que se olhe, encontra-se beleza.

Vista da Barra da Tijuca e Jacarepaguá a partir do pico da Pedra Bonita. 


São Conrado e Morro Dois Irmãos.


Pedra da Gávea vista da Pedra Bonita...trilha muito mais complexa e difícil, somente para os experientes, mas a vista, dizem os que já fizeram a trilha, é deslumbrante.


Pedra da Gávea e a Barra da Tijuca  ao lado.


Um dos ângulos da vista lá de cima da laje da Pedra Bonita.


São Conrado, Morro Dois Irmãos e Ipanema. 


Bem no fundo, no meio, o Corcovado.


Amei essa foto, não é montagem não...


São Conrado vista do topo da Pedra Bonita...


Estacionamento de instrutores, lotado. Muitos espertinhos querem estacionar por ali (por ser mais perto da rampa de voo livre), pois do estacionamento de visitantes até a rampa são uns 150 metros, e em uma rua bem íngreme, então, muitas pessoas inventam as mais variadas desculpas para poder usar o dos instrutores.

Mais uma vez o Rio me surpreendeu, passeio imperdível para quem está visitando a cidade, e o melhor de tudo, de graça!!! Vá e me conte depois...


*Para reservar seu hotel no Rio de Janeiro, basta acessar o banner do Booking abaixo. Recebemos uma pequena comissão pelas reservas feitas através do blog, e o preço não altera em nada para você.  

                         

Patricia Tayão.
Fotos: Patricia Tayão.


2 comentários:

  1. O visual lá de cima é lindo mesmo!
    Eu já subi pelo lado contrário, começando ali perto do campo de golfe no fim da descida do Alto, sentido Barra.

    ResponderExcluir
  2. muito legal as informações do seu site. O lugar tem uma vista sensacional e vale a caminhada. Fiz um relato em meu blog também em http://aventritur.blogspot.com.br/2015/09/pedra-bonita.html

    Espero que gostem. Grande abraço!

    ResponderExcluir