22 de jan de 2016

0

Pequeno guia para viagens em grupo...

Gramado 2016.
Uma das viagens mais difíceis de serem feitas, e também uma das mais divertidas, são aquelas feitas em grupo, principalmente os grandes e heterogêneos. Cada um apresenta um modo diferente de vivenciar uma viagem: há os que querem acordar cedo e aproveitar o dia; há os que se sentem realmente de férias,  querendo acordar tarde  e fazer poucos passeios; há os que comem só para matar a fome, e os que querem ir aos melhores restaurantes. Se você deseja viajar em grupo, saiba que vai ter que abrir mão de decidir e escolher tudo, o ritmo será outro, o ritmo do grupo.

Depois de viajar várias e várias vezes em grupo, decidimos elaborar um pequeno manual para quem pretende se aventurar nesse terreno nada fácil, que é fazer com que todos saiam da viagem tão amigos como chegaram.

Estivemos em Gramado esse ano com um grupo de 12 pessoas, que incluía crianças, jovens e senhoras,  e saiu tudo perfeito. O melhor é que o fato fator causador de problemas: ser um grupo heterogêneo, é que torna a viagem em grupo tão especial, pois cada uma acrescenta um pouco da sua personalidade ao grupo, trazendo muita, muita diversão... 

Esse tipo de viagem é especialmente divertida e  enriquecedora para as crianças, que  criam muitas memórias em família e com os amigos...

Aí vão as dicas do Viajar hei...

1- Saiba com quem está viajando. Muitas vezes conhecemos pouco quem vai viajar conosco e isso pode gerar uma série de problemas ao longo da viagem. Mesmo amigos de longa data podem ter problemas, pois as pessoas são de uma forma no dia-a-dia, e de outra forma quando estão viajando.

Guarapari 2015.
Saber os gostos e preferências de cada um ajuda bastante. Imagina você, que adora bater ponto em todos os museus, viajar com alguém que simplesmente abomina tal situação, vai ser problema na certa. Ter gostos semelhantes ajuda bastante no planejamento do destino, passeios e durante a viagem.
  
2- Desacelere. Quanto maior o seu grupo, mais lento ficarão os passeios. Em cada simples situação vivida, as pessoas vão apresentar comportamentos diferentes - um demora no banho, atrasando a saída do hotel/casa, o outro fica uma eternidade para comprar uma lembrancinha, atrasando o próximo passeio, já o outro, quer aproveitar o almoço, levando horas para finalizar a refeição. Conclusão: o ritmo vai ser mais lento.

3- Os passeios são para todos. Se no grupo um gosta de museu, o outro quer curtir a noite, e o outro adora pic-nic, por que não montar um roteiro em que as atividades preferidas de cada um sejam contempladas?

Maceió 2014.
4- Todos dever ter a liberdade de não fazer algum passeio, ou voltar no meio do caminho,  caso esteja cansado ou não esteja satisfeito com o roteiro escolhido.

5- Combinar tudo antes, evita aborrecimentos.  Desde a escolha do destino, companhia áerea, hotel, passeios, tudo deve ser combinado com antecedência entre os viajantes.

6- Montar um grupo no Facebook ou no Whatsapp facilita muito, servindo tanto para o planejamento, onde cada um pode ir postando promoções de passagens, hotéis, passeios, posts em blogs sobre o destino a ser visitado, quanto durante a viagem,  para se comunicarem.

7- Horários. Um dos pontos que causam maiores problemas. Ninguém gosta de ficar plantado, esperando o bonitão que acordou mais tarde, terminar de se arrumar. 

Para evitar esse tipo de problema, e pelo bem da sua viagem em grupo, respeite os horários de saída do hotel. Quem quiser ficar dormindo até mais tarde, que se vire para chegar até a atração do dia.

Curitiblogando 2014.
8- Se no grupo tiverem pessoas de situações econômicas diferentes, o ideal é que a escolha dos restaurantes seja sempre aqueles mais em conta, pois é mais fácil as pessoas com melhor poder aquisitivo abrirem mão de um restaurante caro, do que a pessoa com menos grana chegar ao final da viagem endividada.

Isso também não impede que quem tem mais grana um dia seja contemplado com uma ida a um restaurante caro e bacana.

Paraty 2009.
9- Combine sempre um ponto de encontro, principalmente se no grupo tiverem crianças. Acontece muito em grupos grandes, de um achar que a criança está sendo acompanhada por outro adulto do grupo, e quando vão ver, o pestinha se perdeu.

10- Divida as atribuições do grupo. Um fica responsável pelas finanças, outro pela compra e seleção de passeios.  Você está viajando em grupo, e não contratando um agente de viagens full time.

Se for alugar casa, as tarefas de limpeza, organização, supermercado, devem ser divididos por todos. Não seja folgado, achando que somente os outros devem fazer a parte chata da viagem.

Penedo 2015.
Pequenos desentendimentos e discussões são inevitáveis, fazem parte de viagem em grupo. E mais importante que um mala leve, é ser leve e esquecer pequenas picuinhas, aproveitando ao máximo o que seu grupo tem a lhe oferecer...

Para reservar seu hotel no Brasil e no exterior, acesse o banner do Booking abaixo. O Booking oferece a maior rede hoteleira, com cancelamento gratuito e com avaliações de quem realmente se hospedou em seus hotéis.

Booking.com


Patricia Tayão.
Fotos: Patricia Tayão, arquivo pessoal e algum blogueiro do Curitiblogando.

Nenhum comentário:

Postar um comentário