quarta-feira, outubro 17

10 dicas preciosas para viajar com crianças

10 dicas preciosas para viajar com crianças

www.viajarhei.com


10 dicas preciosas para viajar com crianças


Viajar com os filhos é uma das melhores experiências que os pais podem proporcionar aos seu filhos. Poderia escrever um livro sobre os benefícios de viajar em família, principalmente nos dias de hoje, onde andamos mais ocupados que nunca, porém um argumento me vêm a mente: essa fase passa, como tudo na nossa vida. 

Chega uma hora - e ela chega mais rápido do que você imagina - em que os filhos terão seus próprios interesses e compromissos, e não mais poderão te acompanhar como hoje, em que você os carrega alegremente pra onde quiser. 

Por isso, te aconselho aproveitar ao máximo esse momento em que basta comprar as passagens, gastar alguns momentos com planejamento e a mágica acontece: vocês estão juntos, aproveitando o melhor da vida, criando memórias e ao mesmo tempo mostrando para seu filho esse incrível mundo que ele tem pela frente!

Pra tornar esses momentos mais proveitosos, selecionei dez dicas para você fazer viagens incríveis com seu grandes tesouros: seus filhos.

Atenção: matéria publicada originalmente na Revista Viagens com Filhos. Para ver essa e mais 34 matérias para você se inspirar e cair no mundo com deu filho, FAÇA SEU DOWNLOAD AQUI, GRATUITAMENTE.

1- Minha primeira dica para quem deseja sucesso nas suas viagens com os pequenos é: leve-os o mais cedo possível para conhecer o mundo. Comece com um final de semana na casa da avó, no sítio de algum parente, e vá paulatinamente aumentando as distâncias e a complexidade da viagem. 

Quanto mais cedo começam, mais despachados ficam e se acostumam logo logo com atrasos de voo, conexões e saídas de rotina. 

O que muitas vezes ocasiona problemas é pegar uma criança que nunca viajou, que não tem esse hábito, e colocá-la em um voo de 12 horas, ficar batendo perna com ela o tempo inteiro, em um lugar totalmente novo, com paladares diferentes, sendo que a mesma fica a maior parte do tempo em casa, dentro de uma rígida rotina.

www.viajarhei.com

2- Planeje bem sua viagem. Pense no tipo de hospedagem que deseja, a que melhor se adéqua às necessidades de sua família. Uma boa dica é usar e abusar dos aluguéis por temporada, onde por metade do preço você se hospeda em uma casa ou apartamento com toda  a estrutura, inclusive podendo preparar algumas refeições, mantendo um pouco da rotina dos pequenos.

Pesquise os voos mais adequados, com menos conexões e esperas longas. Não esqueça de estudar como funciona o transporte da cidade, para não perder muito tempo na viagem com isso. 

Pesquise nas redondezas do hotel e das atrações que vão visitar, pelo menos um restaurante que sirva a todos da família. Não adianta ir a um restaurante maravilhoso, com comida elaborada, se você sabe que seu pequeno quer mesmo um bife com fritas. É claro que temos que estar abertos às novidades, para as crianças experimentarem coisas novas, mas cuidado para não transformar seu almoço ou jantar em uma sucessão de não gosto, com uma criança com fome no final.

Já reservou hotel para sua próxima viagem? Veja opções no Booking.com AQUI - o maior site de reservas do mundo.

www.viajarhei.com

3- Não esqueça do kit distração, que serve para viagens de avião, carro ou trem. Quanto mais longas, mais temos que ter cartas na manga. O brinquedinho favorito, livrinhos de colorir, joguinhos no celular ou tablet, alguns snacks e você terá salvado sua viagem. Pelo menos por um tempo, pois birras e  manhas são perfeitamente normais, mesmo com todos esses artefatos.

www.viajarhei.com

4- Envolva as crianças no planejamento da viagem. Mostre-as as opções que se apresentam naquele momento, as atrações do lugar, os restaurantes, os parques, e deixe-as participar da montagem do roteiro. 

Mostrar vídeos e fotos do locais são ótimos. Se puder relacionar o lugar visitado a algum conteúdo que a criança esteja vendo na escola, isso enriquece e muito a viagem.

www.viajarhei.com

5- Intercalar passeios mais adultos com outros mais infantis é primordial. Uma ida a uma parque, um pique nique ou um museu voltado para criança,s torna a viagem dos pequenos mais interessante e divertida. 

Lembrando que diariamente, na volta dos passeios, uma ida ao playground, uma passada em um pequeno parque perto do hotel, uma pracinha ou mesmo um tchibum na piscina do hotel,  já estão valendo para os pequenos gastarem suas energias. Para eles, o que importa é brincarem com quem estão viajando, e para isso até guerra de travesseiro tá valendo.

www.viajarhei.com

6- Não esqueça a farmacinha da criança. Lembre-se de levar os remédios aos quais ela está acostumada. Isso evita imprevistos e idas desnecessárias a médicos. 

Não viaje nunca sem seguro saúde. Uma inflamação na garganta pode lhe custar uma pequena fortuna se você tiver que pagar uma consulta ou algum exame em hospitais particulares. Nos Estados Unidos então, nem se fala! Mesmo em viagens pelo Brasil, aconselho a fazer um seguro, pois hoje muitos planos de saúde são regionais, não contemplando todo o território nacional.

www.viajarhei.com

7- Quanto aos destinos, lembre-se que em qualquer parte do planeta moram crianças, e elas se divertem por lá, portanto, em qualquer lugar do mundo as crianças podem lhe acompanhar. O que pode não ser apropriado é o roteiro planejado. 

Uma viagem para mergulho ou montanhismo pode não ser o mais adequado para as crianças, mas se tiver alguém disposto a ficar com o pequeno para o outro participar da atividade, intercalando com passeios/atividades mais infantis, com certeza eles também vão curtir.

Já reservou hotel para sua próxima viagem? Veja opções no Booking.com AQUI - o maior site de reservas do mundo.

www.viajarhei.com

8- Viajar é sair da rotina, não tem jeito, e é justamente isso que se busca em uma viagem. Esse é grande barato de viajar. É abraçar o novo, o inesperado, o diferente. Por isso, relaxe uma pouco com  a rotina do pequeno. Ninguém morre se não almoçar e jantar no mesmo horário, se pegar chuva no meio do caminho, se tiver que ser trocado em um lugar inusitado, se tiver que comer uma besteira no jantar. Quando voltamos de viagem, tudo se encaixa novamente e seguimos em frente.

www.viajarhei.com

9- Não espere que essas dicas lhes sirvam. Busque seu jeito de viajar em família. Algumas delas podem não servir em nada para você, pois cada mãe conhece seu filho como ninguém e sabe das suas necessidades, aquilo que é melhor para ele. Confie em você e na sua intuição.

Baseado nisso, as experiência vão trazendo o seu próprio jeito de viajar. E cada viagem fica melhor que a outra, pois vamos aprimorando  nosso feeling e aquilo que deu ou não certo para nossa família. Mas isso só se aprende viajando, pegando seu pequeno e caindo no mundo, pois isso, tente a primeira vez, tenho certeza que não irás se arrepender!

www.viajarhei.com

10- E o mais importante de tudo: curta esses momentos preciosos vividos juntos. Crianças dão trabalho, fazem birra, choram, pedem colo, querem ir ao banheiro quando você está almoçando, mas convenhamos, é muito melhor fazer tudo isso em Paris do que trancado em um apartamento, não acham? E como eu falei antes: essa fase de viajar com os filhos passa hein!

Patricia Tayão
Fotos: Patricia Tayão.


  1. Patricia, começar desde cedo é muito importante! Esse é um conselho que segui sem planejar e deu muito certo. Ótimas dicas!

    ResponderExcluir
  2. Ótimas dicas, Patricia! Amo a ideia de incluir as crianças desde a fase de planejamento. Ficou super bacana a matéria! Beijos, da Família Pezinho na Estrada

    ResponderExcluir
  3. Otimas dicas! Concordo plenamente com todas elas!

    ResponderExcluir
  4. oi Patrícia. Super concordo com a frase "Ninguém morre se não almoçar e jantar no mesmo horário". E nem se não comer exatamente o mesmo tipo de alimento! rs

    ResponderExcluir
  5. Dicas perfeitas! Concordo com todas elas e as aplico aqui desde sempre. Dá super certo!
    BJsss

    ResponderExcluir

Deixe aqui seu comentário!

Whatsapp Button works on Mobile Device only

Start typing and press Enter to search