14 de jun de 2016

1

FastPass+ Disney - Testado e aprovado!


Em nossa última viagem à Orlando, em maio desse ano, foi que efetivamente utilizamos o FastPass+, o fura filas da Disney, pois em nossa viagem anterior, em janeiro de 2014, o FastPass+ ainda estava sendo implementado.

Para quem não conhece, o FastPass+, é um sistema em que você pode marcar horário para ir em determinadas atrações que sejam muito concorridas, fazendo você pegar menos fila ou nenhuma.

O sistema funciona assim: você compra seu ingresso, e ao comprá-lo recebe um número de identificação, o ID do seu ingresso. Com esse número, entra no site da Disney ou no app "My Disney Experience" e linka seus ingressos a sua conta previamente cadastrada.

Você também pode reservar seus FastPass+ dentro do parque mesmo, em quiosques espalhados, mas não é o ideal, já que você vai pegar apenas os FastPass+ que restaram, ou seja, quase nada. 

A princípio, você pode marcar 3 FastPass+ para cada parque que você visitar, e depois que utilizar os três,  poderá marcar mais um, e depois mais um, e por aí vai...

Você pode linkar os ingressos de toda a sua família, e marcar os mesmos brinquedos para todos, mas se alguém do grupo desejar fazer outro brinquedo, também é possível marcar um FastPass+ diferente para essa pessoa. Você também pode, se assim desejar, marcar apenas um FastPass+ ou dois, e não necessariamente três.

Posteriormente, ou mesmo durante sua visita ao parque, você pode alterar seus FastPass+. Lembre-se sempre de marcar os FastPass+ para as atrações mais concorridas, mas ao tentar mudar, pode ser que a atração que você deseje não esteja mais disponível no horário que você quer.

Se você for visitar mais de um parque por dia - o que eu desaconselho totalmente - primeiro você vai marcar os FastPass+ para o primeiro parque, e somente depois de usar os três, você consegue marcar os outros para o próximo parque.

Quem vai se hospedar nos hotéis do complexo Disney, pode reservar seus FastPass+ com 60 dias de antecedência e quem vai se hospedar fora do complexo, pode reservar seus FastPass+ com 30 dias de antecedência. 

O FastPass+ é um excelente recurso para você aproveitar melhor o seu dia nos parques Disney, já que por lá as filas costumam ser bem grandes, principalmente na alta temporada. 

Você também pode marcar seus fastPass+ para shows, paradas e encontro com personagens, mas lembre-se, se o show for no final do dia, você não conseguirá marcar mais nenhuma atração antes de utilizar seus último FastPass+, ficando "presa"a utilização do último FastPass+.

Lembrando que o FastPass+ é um fura-fila gratuito, você não paga absolutamente nada a mais para usufruir dele.

Quando marcar seus FastPass+, você recebe um intervalo de horário em que você deve se dirigir a atração escolhida. Esse intervalo é sempre de uma hora. Ex:15 junho - Space Mountain - 9:30/10:30. Você deve se dirigir para a Space Mountain na data marcada, e no intervalo entre 9: 30 às 10: 30, nem antes, nem depois desse intervalo.

Para utilizar os FastPass+, basta passar seu cartão de ingresso ou sua Magic Band (ambos devem ter sido linkados a sua conta no site ou no app My Disney Experience) nos totens dourados, com a orelha do Mickey, que ficam no início e no final das filas destinadas ao FastPass+.


Nesse viagem, que foi bem mais curta que as demais que já fizemos - ficamos em Orlando apenas uma semana - optamos por escolher apenas um parque Disney para visitar, e escolhemos claro, o nosso preferido: Magic Kingdom! Como não estávamos hospedados na Disney, conseguimos marcar nosso FastPass+ apenas com um mês de antecedência, e em todas as simulações que fizemos, não conseguimos horário para a Seven Dwarfs Mine Train, a montanha russa do parque que ainda não conhecíamos, e que costuma ficar com mais de uma hora de fila.

Dica: marque seus FastPass+ para o mais cedo possível, pois você só pode marcar outro após utilizar os três primeiros. O pulo do gato é marcar os três primeiros para até o meio dia, e já marcar o próximo para depois do almoço, e assim até haver disponibilidade de FastPass+.

Outra dica boa: tente fazer uma sequência lógica na hora de marcar seus FastPass+. Observe o mapa do parque e marque em sequência os brinquedos que deseja marcar seus FastPass+. Não adianta marcar um no início do parque, depois um no final do parque e depois outro no início novamente, você vai se cansar de andar.

Depois que você utiliza os três primeiros, imediatamente já pode marcar seu outro FastPass+ pelo app, no seu celular, de forma rápida e descomplicada.   

Nós conseguimos marcar para 9:20/10:20 a Splash Mountain.


 Big Thunder Mountain Railroad - 10:20/11:20.


Space Mountain - 11:20/12:20. 


Logo na saída da Space Mountain, conseguimos marcar horário para o Buzz Lightyear’s Space Ranger Spin. 


Depois ainda conseguimos marcar para ir na Montanha russa do Pateta - The Barnstormer, que estava com um fila imensa.


Repetimos com o FastPass+ o Buzz Lightyear’s Space Ranger Spin e no final do dia encaramos mesmo a fila da Seven DwarfsMine Train - 50 minutos, mas com wi fi, passa rapidinho.


Para saber as atrações dos parques Disney que oferecem agendamento pelo FastPass+:

Magic Kingdom - clique aqui.
Epcot - clique aqui.
Animal Kingdom - aqui.
Hollywood Studios - aqui.

Nossa conclusão:  aproveitamos muito mais o Magic Kingdom nessa viagem dos que nas vezes anteriores. O sistema é altamente eficaz, fazendo você perder muito menos tempo em fila. Andamos nos brinquedos mais concorridos, repetimos alguns, e ficamos na fila apenas naqueles que não conseguimos agendamento. Saímos do parque com uma sensação maravilhosa, de termos curtido muito o nosso dia, e ainda assim, sem estarmos exaustos.

Para comprar seus ingressos diretamente com a Disney, acesse aqui.
Para reservar seu hotel na Disney diretamente no site da companhia, clique aqui.

*Agradecemos a Disney a cortesia dos ingressos.

Patricia Tayão.
Fotos: Patricia Tayão.



Um comentário:

  1. O Fast Pass é bom demais!!! Beijos Debi (www.deborabrazil.com.br)

    ResponderExcluir