10 de mar de 2015

4

O que você não deve deixar de experimentar em Santiago!

Nesse post colocaremos  tudo aquilo que provamos de diferente em terras chilenas e gostamos muito, por isso estamos destacando como imperdível para quem vai ao Chile. Eis nossa lista:

1- Comer qualquer prato "a lo pobre" - Comemos costeleta de cordeiro e churrasco a lo pobre. Todos os pratos a lo pobre vem acompanhados de batatas, cebolas e ovos fritos. Não preciso nem dizer que é bom demais né!



2- Pisco Sour - A bebida é a versão clilena /peruana da nossa caipirinha, só que ao invés de cachaça ou vodka, utilizam o pisco, que é um destilado a base de uva, além de açúcar e limão.

Prove o peruano e o chileno, pois são diferentes um do outro. A versão peruana ainda inclui uma espuma, feita com clara de ovo.

Provei as duas versões e as duas são ótimas! Só cuidado, porque quando você descobre que está bêbado, você já estava há dois drinques atrás.

Versão chilena do Pisco sour:


Versão peuana do Pisco sour:


3- Mote com huesillos - outra bebida típica chilena, da qual gostei bastante. Feita com acúcar, pêssegos desidratados e trigo do tipo mote cozidos. É servida bem geladinha e vendida em carrinhos espalhados por toda a cidade de Santiago, ainda vem com uma colherzinha para comer o trigo e o pêssego.


4- Beber vinhos, muitos vinhos - Sai mais barato que beber água mineral, refrigerante ou sucos naturais. Como sexto maior produtor de vinhos do mundo, espere pagar pouco por vinhos de boa qualidade. Mesmo em supermercados a variedade é grande, e paga-se quase metade do valor que pagamos no Brasil pelo mesmo vinho. 



5- Pastel de Choclo - comida típica chilena, feita a base de milho, recheado com carne moída, pedaços de frango, ovos cozidos, azeitona e coberto com um fina camada de açúcar. Comi no restaurante da Concha y Toro e estava simplesmente maravilhoso, gostei mesmo do negócio!  


6- Experimentar os diversos sabores de refrigerante - como o de mamão ou o de framboesa. Ambos são  da Coca-Cola e bem gostosos. Compramos no supermercado, mas  muitos restaurantes também oferecem.


6- Suco de framboesa - Não lembrava de já ter tomado suco de framboesa, provei no Chile pela primeira vez e adorei! Em todos os lugares você encontra a bebida, pois o Chile é o maior produtor da fruta na América latina.


7- Provar as mais variadas cervejas artesanais - a variedade é enorme, de boa qualidade e se quiser você não repete uma sequer. A produção artesanal vem aumentando nos últimos anos e os produtores desejam que a bebida siga o mesmo rumo que os vinhos seguiram no país. 


8- Tomar chá de coca - bem gostosinho, compramos em uma feirinha de artesanato em Viña del Mar, mas é vendido até no supermercado. Levamos para tomar em Cajón del Maipo, pois sabíamos que estaria friozinho à noite. Não é proibido nem alucinógeno tá gente! Pode beber à vontade!


9- Comer qualquer coisa com palta - qualquer sanduíche, pizza, hamburguer ou cachorro quente virá acompanhado de palta (abacate amassado), aliás muita palta. 

Se você provar com pouca quantidade, vai gostar, dá uma toque especial, mas em grande quantidade, como eles gostam, achei enjoativo.


10- Provar a Inca Cola - oferecida em qualquer um dos inúmeros restaurantes peruanos  de Santiago, a Coca-Cola peruana é uma delícia. Não achamos a dita cuja no supermercado que frequentávamos, pois era pequeno, mas nos grandes mercados deve ter.  


11- Comer frutos do mar - a variedade de frutos do mar no Chile é imensa, com destaque para as famosas e caríssimas centollas ou caranguejos gigantes. Pela bagatela de R$200 a R$300 reais você divide uma com mais uma pessoa. Tem frutos do mar que nem nunca ouvimos falar!

Nós não provamos o prato mais famoso do Chile, pois fizemos uma viagem super econômica, e comer essa delícia acabaria com nosso objetivo. Em compensação comemos muito, muito camarão, praticamente  em todos os restaurantes em que fomos. São graúdos e vem em uma quantidade muito maior do que a servida em pratos no Brasil.

Frutos do mar expostos no restaurante Donde Augusto, no Mercado Central de Santiago.


12- Comer empanadas - diferentes das argentinas, as empanadas chilenas são fritas e também muito saborosas, lembra muito o nosso pastel, só que com a massa um pouco mais grossa. Provei várias e gostei de todas. Come-se no balcão das lanchonetes.


E você? Tem alguma dica de algo que não devemos deixar de comer ou beber no Chile? Conta pra gente!

Veja o que já escrevemos sobre o Chile:


*Para reservar seu hotel em Santiago, basta acessar o banner do Booking abaixo. Recebemos uma pequena comissão pelas reservas feitas através do blog, e o preço não altera em nada para você.  

                                                       


Patricia Tayão.
Fotos: Patricia Tayão.

4 comentários:

  1. Patricia, super legal seu Blog. Moro aqui em Santiago há pelo menos 3 anos, transito há mais ou menos 8 e nunca vi esse refri de mamão e framboesa da Coca cola... q pena, vou procurar. Fico imaginando q seja parecido com um de melancia que tomei em Pequim e nunca mais tirei da cabeça.
    Mas gostaria de comentar uma coisa e sugerir outra, posso?
    1) As empanadas, talvez o mais popular que há por aqui, geralmente são assadas. A tradicional mesmo é assada em forno de barro, com lenha, super deliciosa. Vc pode encontrar ricas empanadas de "pino" é o nome da que vc descreveu (carne, mas não é moída, é cortada em pequeninos quadrados) de frango, de camarões ou de mariscos.
    2) Não deixem de experimentar o Pastel de Centolla gratinada no RESTAURANTE GIRATÓRIO, na Providência (pastel aqui NÃO é o mesmo que o nosso, frito, e sim o próprio prato, tipo um ensopado servido numa terrina de barro). Super recomendo, sempre que posso corro lá.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada pelas dicas, quando for à Santiago novamente, com certeza vou experimentar o pastel de centolla do restaurante giratório. Achei que esses refris que experimentamos fossem bem comuns por aí...Abraços!

      Excluir