11 de mai de 2017

23

Dez dicas de viagem que só uma mãe pode dar!


Nós adoramos blogagens coletivas, onde vários blogs escrevem sobre um mesmo tema. Vejam algumas das quais já participamos: Nossa primeira viagem em família; ➽Dez mudanças para as famílias viajarem mais pelo Brasil; ➽Descobrindo o Brasil com crianças: nossas melhores viagens pelo Brasil!; ➽Cinco museus no Rio para levar as crianças!; ➽Entre Rio e São Paulo, os melhores museus para levar as crianças! Essa blogagem de hoje foi proposta pelo grupo do qual participamos no Facebook, assuntos de blogueiros - viajando em família.

Isaac em sua primeira viagem, para Penedo - RJ, com cinco meses.

Nos acompanhem nas redes sociais com a hashtag #dicadeviagemdemãe #dicademaeviajante. 

Esse grupo, que é composto por blogueiros que viajam em família, com crianças, está tão bacana, que já até fizemos uma viagem juntos. O encontro foi em Búzios, e falamos um pouco dele aqui.

Para comemorar o dia das mães,  nosso grupo decidiu por uma blogagem que seria ao mesmo tempo uma homenagem  e uma ajuda às mães. O tema não poderia ser melhor: 10 dicas de viagem que só uma mãe pode dar. Ou seja, as dicas são baseadas nas nossas experiências viajando com nossos filhotes, e não tiradas de um manual.

Mesmo assim, nem todas elas vão valer para todas as situações, momentos, lugares, e principalmente, para seu filho, pois ele é único, e só você mãe, pode construir seu acervo de dicas. Cada família vai, ao longo do tempo, desenvolver seu modo próprio de viajar e fazer as coisas darem certo.

 
Descendo no escorrega na Cachoeira da Toca, em Ilhabela - SP.

Em Punta Sur - Parque El Garrafón - Cancun - México.

Nosso objetivo com essa blogagem, é incentivar outros pais a caírem no mundo com seus filhos, e quando digo mundo, pode ser um final de semana na casa de praia, ou uma longa viagem pela Europa. O efeito é o mesmo: você e seu filho saíram da rotina, viveram experiências enriquecedoras juntos, e o melhor de tudo, criaram memórias afetivas, que ficarão gravadas para sempre. Mesmo que a criança não se lembre, boas vivências o coração não esquece!❤❤❤

Zoo de Luján - Buenos Aires - Argentina.

Acreditamos que a viagem vai além de apenas divertir e entreter as crianças: ela educa, aguça a curiosidade, estimula a percepção visual, olfato/gustativa e psicomotora, desinibe, desenvolve a capacidade de aceitar o diferente, estimula a gera conhecimentos que nenhuma escola é capaz de oferecer ao seu filho. Vou parar por aqui, pois seria capaz de escrever um livro sobre o assunto...

Olha, se até aqui eu não te convenci que viajar com seu filho - depois da educação formal - é a melhor coisa que você pode fazer por ele, com certeza depois de você ler as dicas de todos os blogueiros, você vai querer fazer as malas e ganhar o mundo com seu pequeno...

1- Essa minha primeira dica eu já coloquei em outra blogagem, pois a considero muito importante: viaje o máximo que você puder, pelo maior período de tempo possível, para mais longe que conseguir ir, enquanto eles ainda estão na pré escola. Dá trabalho viajar com eles bem pequenos? Sim, mas é o mesmo trabalho que você teria na sua rotina. E convenhamos, é bem melhor ter trabalho em Paris do que em casa!

Cachoeira Poço Encantado - Chapada dos Veadeiros - Goiás.

Conforme vão crescendo, o volume de conteúdo na escola é maior, ficando cada vez mais difícil a ausência deles, até que chega um ponto em que estudos mais aprofundados, como no ensino médio, vão tornar até as viagens pequenas, de final de semana, cada vez mais raras. Por isso, curta muito as viagens com seus filhos! Além do que, chega uma hora em que eles mesmos não vão mais querer viajar conosco.

2- Não existe destino bom ou ruim para criança. Em todos os lugares do mundo elas nascem, se divertem, vão a restaurantes, frequentam praças, museus, shoppings. Então, em todo lugar vai ter alguma atração para nossos pequenos. O que vai realmente influenciar se você deve ou não carregar seu filhote é o roteiro que você escolheu para aquela viagem.

 
Arvorismo no Hotel Cabanas - Bonito - Mato Grosso do Sul.

Você pode ir para Orlando - cidade mundialmente conhecida como tendo atrações para crianças - e só fazer programa de adulto. Ir apenas aos parques com atrações radicais, ir a restaurantes mais sofisticados, baladas, conhecer cidades vizinhas. E pode ir para New York e só fazer passeios voltados para seu filhote.
Portanto, não se preocupe com isso, de São Paulo a Amsterdã, de Tókio a Berlim, em todas essas cidades seu filho vai se divertir.

3- Viajar é um negócio tão bão que começa muito antes de você embarcar. Aliás, eu acredito que muitas vezes, o antes, o simples planejar é melhor que viajar... Já até fiz um post sobre isso... Link aqui. Então, tire proveito disso e envolva seu filhote na pré-viagem.

Mostre a ele para onde vão, que atividades interessantes farão, que língua é falada naquele país, que tipo de comida se come, como as pessoas se comportam, os costumes, tipo de moradia, - vale utilizar mapas, vídeos, livros, guias. Quer aula melhor do que essa?

Flutuação em Bonito - MS.

4- Outra dica que sempre dou: viaje o quanto antes com seu filho. Essa é a regra de ouro. Acostume-os desde sempre com trajetos mais longos de carro, trem ou avião. Não adiante pegar uma criança que nunca viajou de avião e colocá-la em um voo de 11 horas. Ou pegar uma criança que nunca saiu do apartamento, nunca viu um bicho, e botar o moleque para fazer trilha...Não vai dar certo! Vai ter reclamação, medo, birra...

Comece com viagens curtas, com voos de poucas horas ou trajetos mais rápidos de carro, e vá aumentando o tempo. Acostume-os à natureza, levando-os a parques, praças, fazendo pic-nics.

5- O combinado nunca sai caro. Antes da viagem, estabeleça o que é e o que não é permitido fazer durante a viagem. Estabeleça o quanto a criança pode gastar por dia, ou até se não pode gastar nada. Isso evita uma série de problemas, tendo que dar mil explicações no meio da viagem.

Em qualquer atração que forem, combinem um lugar de encontro para o caso dele perder-se. Informe-o a quem ele deve procurar e como agir. Se for pequenino, uma pulseira com seus dados resolve. Hoje em dia tem até pulseira com gps. A tecnologia sendo usada a nosso favor.

 Cajón del Maipo - Santiago - Chile.

6- Não esqueça de levar livros, brinquedos e atividades para matar o tempo em conexões, voos e viagens de carro. O celular e tablet com jogos ajudam bastante a manterem os pequenos entretidos.

7- Se for viajar para o exterior, não esqueça o seguro saúde. As despesas médicas, caso algo aconteça, podem sair pelo valor da sua viagem. Mesmo com seguro saúde contratado, não esqueça sua farmacinha e os remédios de costume do seu filhote. Lembrando de estarem bem acondicionados, para não quebrar/abrir, e sempre com receita média.

Vale dar uma passada no pediatra para dar uma geral e colocar as vacinas em dia. 

8- Para sua viagem ser um sucesso, inclua programas que agradem a todos. Do vovô às crianças, todos devem se sentir prestigiados, fazendo seus passeios preferidos. A família não precisa fazer toda a programação junta. Em alguns momentos, o pai pode fazer um programa sozinho com o filho, enquanto a mães faz compras, ou vice versa. 

                                     Boia cross no hotel Cabanas - Bonito - Mato Grosso do Sul. 

9- Não pense que ao viajar com crianças você vai conseguir botar em prática aquele roteiro hiper detalhado, de visitar todas as atrações desejadas. Esteja preparado para um ritmo diferente, mais lento. Crianças dão trabalho, fazem birra, se cansam, querem fazer cocô na hora de entrar em algum lugar, choram, fazem manha, enfim, esteja ciente de que isso vai fazer parte da viagem.

10- Lembre-se que você está viajando para se divertir, criar memórias e laços com seus filhos, portanto, relaxe! Permita às crianças saírem da rotina: comerem besteiras, fast food, doces, sorvete. Seja flexível com os horários de acordar, fazer as refeições, dormir. Quando voltarem para casa, tudo voltará ao normal, pode acreditar!

E você? Que dicas que você já testou e que funcionaram? Conta pra gente!

Patricia Tayão é mãe do Isaac, que hoje tem doze anos e já fez mais de oitenta viagens com sua família.



23 comentários:

  1. Pati,

    Que coisa mais fofa o Isaac bebê!!!
    Pena que o tempo voa...

    Adorei suas dicas!! Sorte desses meninos terem mães que adoram cair na estrada com eles!!
    Feliz dia das mães!!
    Beijão

    ResponderExcluir
  2. Não preciso muito ser convencida, mas ler seu post me fez ficar com vontade de arrumar as malas AGORA pra viajar com as pequenas!

    ResponderExcluir
  3. Patricia, que delícia ler seu post... Uma coisa que estou achando legal é que muitos posts que li até agora toca em uma questão essencial: relaxar e curtir! Afinal, essa é a idéia, né?

    ResponderExcluir
  4. Patrícia, adorei as dicas.. temos muitas dicas em comum. E super concordo com você que a viagem começa no planejamento e as crianças adoram participar dessa etapa. Feliz Dia das mães e muitas viagens..

    ResponderExcluir
  5. O Isaac tá enorme! Levei um susto!!! Louca para encontrar vocês pessoalmente!

    ResponderExcluir
  6. Patrícia, que fotos lindas! Concordo contigo, quanto antes começar melhor!

    ResponderExcluir
  7. Por experiência própria, quanto maiores ficam , mau difícil de sair por causa da escola. Concordo, quanto antes , melhor.

    ResponderExcluir
  8. Ótimas dicas Pat!!! Adorei!!! Eles crescem rápido demais, né?! Feliz Dia das Mães!!!

    ResponderExcluir
  9. Patrícia, ótimas dicas. Eu também sempre incluo o meu pequeno nos preparativos da viagem e ele fica super empolgado e acaba curtindo ainda mais a viagem por causa disso. Feliz dia das mães! Bjs

    ResponderExcluir
  10. Exatamente assim Patrícia!!!! Seu item 9 vai de encontro com o que escrevi, também!!! Temos sempre que nos adaptar às intempéries..... Feliz Dia das Mães. Um bj

    ResponderExcluir
  11. Ótimas dicas, Patrícia! Me arrependo de não ter começado a fazer viagens mais longas quando minha pequena era bebê, pois é a melhor coisa do mundo!
    Abraços e feliz dia das Mães!

    ResponderExcluir
  12. Excelentes dicas Patrícia! E é isso mesmo, quanto mais cedo melhor! Beijos e um feliz dia das mães!

    ResponderExcluir
  13. Patricia, que filho lindo! Amei suas fotos e suas dicas! Feliz dia das mães!

    ResponderExcluir
  14. Que legal! Muitas dicas semelhantes as minhas! :) Adorei as fotos desse menino aventureiro! Feliz Dia das Mães!

    ResponderExcluir
  15. Adorei as dicas, temos muito em comum! Também super concordo que, além da educação formal, viajar é a melhor experiência que podemos proporcionar aos filhos.

    ResponderExcluir
  16. oi Patrícia
    Assino embaixo da sua dica 2. Há crianças espalhadas em todos os cantos do nosso planeta lindo. Nada de encanação com o destino perfeito! rs
    Vambora criar memórias e laços fortes em família.
    Bjks
    Adriana

    ResponderExcluir
  17. Patrícia, eu sou fã do seu blog. Inclusive me ajudou muito da nossa última roadtrip pelo Brasil. Concordo muito com a dica 5, sobre fazer combinados. Quando nós viajamos, a Valen faz uma poupança para a viagem com a mesada dela e ao invés de presentes, damos dinheiro (nós e a família toda) para ela converter e poder usar durante a viagem. Na nossa ida para a Europa isso funcionou muito bem. Ela levou cerca de 150 euros e voltou com 5 para casa. Comprou suas próprias lembranças. Foi excelente!

    ResponderExcluir
  18. Viajar o máximo que puder enquanto pequenos é realmente muito melhor. As viagens por aqui estão ficando complicadas com a quantidade de conteúdo e provas do filho, mas tb cada vez mais desejadas. Amei o texto! beijos.

    ResponderExcluir
  19. Adorei a lista Patrícia, muita coisa está na minha também.

    ResponderExcluir
  20. Adorei as dicas, Paty! Super prática e direta! Tb acho que temos que começar cedo pra criança se acostumar logo com o que é bom e Isaac é prova viva disso, né? Adorei o post!

    ResponderExcluir
  21. Adoro fazer um clima e preparar a Luna para cada viagem! Ela ama e curte muito mais depois!

    ResponderExcluir
  22. Adorei suas dicas e concordo que não há destino ruim, basta planejar e adequar às necessidades da criança. Bjs

    ResponderExcluir
  23. Oi Patrícia, muito legal ler as dicas do Viajar Hei, blog que curtimos muito! Como é bom preparar as crianças para a viagem, né? Aqui em casa sempre digo que as nossas viagens começam muito antes de pisarmos nos aeroportos ou pegarmos a estrada. E é muito gostoso essa fase de preparação :) Bjs dos 4 Ases

    ResponderExcluir