13 de abr de 2016

1

Qual a melhor idade para levar as crianças a Bonito?

Isaac na carretilha do Balneário Ilha Bonita.

Participo de inúmeros grupos de viagens no Facebook, e constantemente vejo mães cheias de dúvidas quanto a melhor idade para levar seus filhos a Bonito - MS - por isso, decidi fazer esse post, para tentar esclarecer quem estiver com vontade de embarcar com seus filhotes para lá.

A primeira notícia que eu vou te dar, pode não ser muito animadora, mas é a mais pura verdade: as atividades e atrações da cidade não são para crianças de dois, três, quatro anos. Comece a pensar em levar os pequenos quando tiverem sete ou oito, mas vão curtir mesmo, e deixar você aproveitar também, a partir dos nove, dez ou onze anos, dependendo da criança. 

Isaac foi com dez anos e aproveitou tudo: fez todas as flutuações, cachoeiras, trilhas, balneárioS e grutas. Vimos outras crianças, também da idade dele usufruindo das atividades. Em apenas um passeio, na Gruta de São Miguel, vimos uma criança que aparentava ter uns quatro anos, e claramente não estava aproveitando. Reclamava da chuva, da caminhada, da descida. Não curtiu nada, absolutamente nada.

Outra notícia não tão boa: a criança, além de ter idade, tem que estar acostumada a fazer ecoturismo. Não adianta pegar uma criança que nunca viu mato na vida, e num belo dia querer que a criança se adapte em questão de minutos as intempéries das atividades ao ar livre. 


O passeios mais famosos de Bonito, as flutuações nos seus rios, exigem idade mínima de oito anos. Imagina você ir a um lugar e não poder aproveitar  justamente a atração que colocou aquele destino no mapa do ecoturismo mundial? 

Para fazer a flutuação  a pessoa necessita colocar roupa de neoprene e saber utilizar o snorkel de maneira a poder visualizar o fundo do rio. Com uma criança pequena, tarefa impossível. 

Alguns rios oferecem alguma correnteza, necessitando que a pessoa saiba bater as penas e braços para se direcionar para onde o guia sinalizar. 

Enfim, suas flutuações ficarão comprometidas ao ir com uma criança que não tenha as habilidades necessárias.

Flutuação no Recanto Ecológico Rio da Prata,


Flutuação no Rio Sucuri.



Arvorismo, boia cross e passeio de bote - outras atividades muito comuns em Bonito. No caso do arvorismo - necessitam ter habilidade motora para pisar no lugar certo, saber utilizar equipamento de segurança, não ter medo de altura e seguir as orientações de segurança dos guias. Para o passeio de bote e boia  cross,  precisam utilizar o colete salva vidas e seguir as instruções de segurança.  

Arvorismo e boia cross no Hotel Cabanas.



Banho nas cachoeiras e rios: precisam fazer pequenas trilhas e utilizar colete salva vidas. Se suberem nadar, melhor ainda, pois algumas cachoeiras e rios oferecem correnteza, fraca, mas oferecem.

Parque das Cachoeiras.


Trilhas: algumas são bem tranquilas, já outras são mais pesadas. Todas são em meio a vegetação, com insetos e animais em volta.

Trilha para a flutuação no Recanto Ecológico Rio da Prata. São 2,0 km de trilha. E nós fizemos ela toda debaixo de chuva. Adoramos! Mas não é toda criança que vai curtir!


Poço Encantado, na trilha para a flutuação no Rio Sucuri.


Contato com animais: crianças pequenas podem se assustar ao ver alguns animais. Em algumas flutuações, cobras, jacarés e antas são avistadas - não causam nenhum problema se não mexerem com eles - mas  os pequenos podem sentir medo e terem reações inesperadas. 

Projeto Jiboia: o stand up comedy das cobras de Bonito. 



Enfim,  perceba se seu filhote já tem as habilidades e a maturidade necessária para fazer os principais passeios da cidade. Se ainda não os tiver, adie um pouco, se já os possuir, embarque imediatamente para Bonito, a cidade é o paraiso para quem curte ecoturismo. 

Posts que já fizemos sobre nossa viagem a Bonito:  



Patricia Tayão.
Fotos: Patricia Tayão e Eduardo Freitas.

Um comentário:

  1. Agora li, obrigado por compartilhar. Estamos acompanhando para quando fizermos nossa viagem possamos aproveitar mais. Temos o www.viagenspelobrasil.net que tem comentários curtos com o objetivo de mostrar um pouco de nosso Brasil, cidadezinhas pequenas e não apenas as famosas. Até breve.

    ResponderExcluir