6 de fev de 2017

0

Como viajar com adolescentes sem enlouquecer!


O Viajar hei nasceu com o intuito de dar dicas de viagens em família, com crianças. E foi assim até ano passado. Mas não mais. Meu garotinho cresceu e a partir de agora, esse espaço vai trazer dicas de como viajar com pré e adolescentes.

Confesso que viajar com criança, por mais trabalhoso que seja, é bem mais fácil. Crianças se satisfazem com pouco: dê-lhes um doce, um pequeno playground, uma brincadeira improvisada e estão no céu. Para aborrecentes, que já têm seus próprios interesses, satisfazê-los é  tão difícil quanto fazê-los largar o celular durante a viagem.

Nesse post, dou algumas dicas para que as viagens  com seu filho, agora um mau humorado de plantão, não se torne uma tortura e todos possam se divertir!

A primeira dica para viajar com adolescentes é: viaje com seus filhos o quanto antes. Quando bebês dão muito pouco trabalho. Quando crianças se divertem com pouco, e se acostumam a sair da rotina, a  longas horas de conexão, chek ins, comidas diferentes, fusos horários, e tudo mais que envolve uma viagem.

Quando chegam a adolescência, quando estão mais chatinhos do que nunca, fica mais difícil ensiná-los a aproveitar uma viagem. Nós do Viajar hei já carregamos Isaac para mais de  80 viagens, e o faremos até ele não mais querer viajar conosco. Mesmo  assim, lançamos mão de alguns artifícios para que nossas viagens continuem sendo prazerosas. Até que vai chagar o dia que ele vai querer mesmo é viajar com a turma dele...Espero que ainda demore bastante!

Aqui em casa, na maioria das vezes, escolhemos o destino das nossas viagens de acordo com o preço das passagens, mas se você tem condições de deixá-los escolher para onde desejam ir, de acordo com seus próprios interesses, metade de seu problema está resolvido.  Mesmo que não possam escolher o destino, envolva-os no planejamento, nos passeios e restaurantes a visitar. Com certeza isso trará mais disposição para as atividades e menos cara feia.

Levando um primo ou um amigo da mesma idade, você pode ter salvado sua férias. Adolescentes gostam de pessoas com os mesmos interesses, que estejam na mesma sintonia, da mesma idade ou mais velhos. Viajar em grupo, com várias famílias, com muitos adolescentes da mesma idade, também pode ser ótimo.

Deixe sua corujice de lado (imaginem euzinha, que amo fotografia e escrevo um blog de viagens) e evite tirar foto do seu garotinho. Ele não é mais um bebê e não gosta de ficar  posando o tempo inteiro para ilustrar seu instagram. #precisoaprenderisso

Se estiverem acostumados a  voltar da escola sozinhos, ir à padaria, ao mercadinho, é possível, em locais fechados e seguros, como um parque da Disney ou um Shopping Center, deixá-los sozinhos, marcando hora e local de encontro na saída. Eles vão amar essa liberdade!

Escolha destinos e passeios que tenham a ver com a personalidade do seus filho. Se o moleque gosta de futebol, inclua visitas a estádios, jogos. Se curte natureza e aventura, prefira destinos de ecoturismo.

Qualquer passeio que tenha a ver com música, jogos, internet, cenários de filmes que tenham visto e curtido vai ser sucesso.

O grande vilão, e também a salvação das viagens com adolescentes é o smartphone. São capazes de ficar horas a fio ouvindo música, conversando com os amigos, fazendo downloads. Comprar um chip de celular, ficar hospedado em um local que tenha um bom wi fi, ou um bom plano de dados, vão lhes garantir menos mau humor. O problema é quando passam a não interagir com quem estão viajando em função disso. 

E você? Que dicas já testou que deram certo? Conta pra gente!

Patricia Tayão.
Foto: Patricia Tayão.





Nenhum comentário:

Postar um comentário