27 de mar de 2014

0

Passeios em Foz do Iguaçu: Itaipu Binacional, City Tour e Noite Italiana.


Neste post falaremos de alguns passeios que fizemos em Foz do Iguaçu, e de outros tantos que podem ser feitos pela cidade e arredores.

Chegamos na cidade e marcamos o city tour para o primeiro dia, para ter uma noção geral do lugar. Fizemos quase todos os nossos passeios com a Loumar Turismo, que foi pontual, com vans confortáveis e com um guia muito bem informado sobre a cidade e sua história.
Nossa primeira parada durante o city tour  foi para conhecer o Marco das Três Fronteiras (Brasil, Argentina e Paraguai), onde  você tem uma bonita vista da foz do rio Iguaçu e do rio Paraná. No local há uma loja de lembranças e outra que vende água, refrigerantes e picolé.

Endereço: Avenida General Meira - 1000 - km 6 - Foz do Iguaçu - Paraná.
Horário de funcionamento: todos os dias das 9 às 18 horas no inverno, e das 9 às 19 horas no verão.
Tel: (45) 3527-4221 ( loja de artesanato).


Na sequência, fomos conhecer a Mesquita Muçulmana, já que em Foz está presente a segunda maior comunidade árabe do país. 

Para conhecê-la, as mulheres devem vestir uma roupa que cobre todo o  corpo; e um simpático senhor dá as boas vindas e explicações.

Endereço: Rua Meca, 599 - Jardim Central - Foz do Iguaçu - Paraná.
Horário: de segunda a sexta das 9 às 11:30 e das 14 às 17:30 horas. Sábados: das 9 às 11:30 horas.




A próxima parada do city tour foi o Templo Budista, construído por diversas comunidades chinesas que existem na tríplice fronteira.

Uma estátua de Buda de 7 metros de altura chama  a atenção dos visitantes. Além dessa, outras 120 estão espalhadas por um bonito jardim.

Endereço: Rua Doutor Josivalter Vila Nova, 99 - Jardim Califórnia ou Porto Belo - Foz do Iguaçu  - Paraná.
Horário: de terça a domingo das 9 às 17 horas.







Além dessas visitas, durante o city tour o guia conta um pouco a história da cidade, seus personagens, sua formação e como ela se encontra hoje em relação ao turismo.

Achei que valeu a pena, pois traça uma panorâmica da cidade, e o acessso às atrações por ônibus seria um pouco complicado, pois são mais afastadas do centro.

À noite fomos a Puerto Iguazú (Argentina), demos uma rápida passada na feirinha, que vende alfajor, azeitonas temperadas, queijos e azeites. Comemos umas empanadas e fomos jantar no El Quincho del Tío Querido, restaurante famoso na região pelas suas parrillas. Para nós, acostumados com carne boa (meu marido é um churrasqueiro de mão cheia), ficou longe de ser um churrasco que justificasse a fama e os preços altos.



No sábado, fomos à Noite Italiana, que acontece às quartas e sábados no hotel Bella Italia. Adoramos tudo: a mesa de queijos, a mesa de antepastos, as massas, os risotos, as carnes e as sobremesas. Tudo com uma bela música italiana ao fundo, sem incomodar.






Nosso último passeio foi a Usina Hidrelétrica de Itaipu.  Fomos de ônibus, que pegamos no TTU (Terminal de Transporte Urbano), conjunto C Norte ou conjunto C Sul.  O trajeto demorou uns 30 minutos.

Fizemos o passeio panorâmico, que dura mais ou menos uma hora e meia. Nele você conhece apenas a parte externa da hidrelétrica, sendo ideal para quem quer ter ideia do tamanho colossal da usina.

Primeiramente, você assiste a um vídeo, que conta um pouco da história da maior hidrelétrica do planeta, sua construção, importância e programas por ela mantidos. Depois, embarca em um ônibus de 2 andares trilíngue para conhecer o mirante do vertedouro (primeira parada), que estava sem uma gota d'água. Uma decepção! Somente em 10% do ano pode-se ver água no vertedouro, que só funciona em caso de excesso de água no lago, o que não era o caso, e a segunda parada é para visualizar a barragem da usina.

O ponto alto do passeio é quando o ônibus passa por cima da barragem, de uma lado avista-se o Rio Paraná, do outro lado, o imenso lago de Itaipú, com seus 1350 km²; e um desnível de 120 metros entra eles.

Ainda ficaram faltando muitos passeios, mas isso é apenas motivo para uma volta, que com certeza, acontecerá em breve! Amei Foz do Iguaçu!

Para saber preços, horários, passeios disponíveis e comprar seu ingresso, clique aqui.







Ficou para a próxima vez: 

Compras no Paraguai.

Outras postagens sobre Foz do Iguaçu:

Comparação entre o lado brasileiro e o argentino das cataratas.

* Agradecemos a Loumar Turismo pelas cortesias do City tour, Noite Italiana e transfers.

Patricia Tayão.
Fotos: Eduardo Freitas, Patricia Tayão e Isaac Tayão.

Nenhum comentário:

Postar um comentário